Troféu

Este ano, os troféus Motriz 2023 carregam assinatura do Estúdio Muù, composto pela ilustradora Bárbara Quintino e pela ceramista Inara Marchi.

“Nossas referências foram as próprias ilustrações criadas para o festival. Demos destaque para os desenhos das mãos enquanto poética, porque entendemos que o processo de construção só pode acontecer devido a força do coletivo e muitas mãos”, afirma Bárbara.

Os troféus foram modelados em argila e queimados em um forno de baixa temperatura (1000°c), até se tornarem cerâmica, e depois, finalizados com tinta de terra. A base é em madeira de demolição.